Uso compartilhado de cigarros eletrônicos e aumenta chance de contaminação por covid

Uso compartilhado de cigarros eletrônicos e aumenta chance de contaminação por covid

30 de junho de 2022 0 Por blogem

O uso de cigarros eletrônicos e outros dispositivos vaporizadores (vaping devices), chamados de vaper, vem se popularizando entre o público jovem. Um dos problemas causados pela utilização desse objeto é o uso compartilhado do aparelho. Essa preocupação se tornou comum recentemente, uma vez que esse tipo de conduta acaba contribuindo com o impacto da pandemia e favorece a contaminação pela nova subvariante da Ômicron BA.5, que já está em circulação em Pernambuco, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES/PE).

Além dos riscos à saúde, já discutido por profissionais da área, alguns estudos apontam que a vaporização diminui a imunidade e aumenta em quase cinco vezes as chances do usuário apresentar sintomas mais graves da Covid-19.

“Apesar de todas as ações que a Secretaria de Saúde de Caruaru vem desenvolvendo para prevenção e controle da Covid-19, sem ajuda da população, será ainda mais difícil conter a propagação da nova variante, que tem se espalhado rapidamente. Por isso, o compartilhamento de vaper, copos, cigarros eletrônicos, seringas, entre outros objetos pessoais, não são recomendados para que possamos evitar o aumento dos casos de Covid-19 no município”, explicou a secretária de Saúde de Caruaru, Bárbara Florêncio.