Lessa leva Caravana da Segurança para a Vila de Patos

Lessa leva Caravana da Segurança para a Vila de Patos

28 de junho de 2022 0 Por blogem

A Caravana da Segurança, uma comitiva de representantes das forças policiais que dialoga com a população, realiza atividades no interior de Pernambuco para construir diretrizes de segurança pública. Na segunda-feira (27), a comitiva chegou à Vila de Patos, situada nos limites dos municípios de Caruaru, Riacho das Almas e Frei Miguelinho. Há uma intensa movimentação financeira na área, devido ao empreendedorismo no setor de confecções. Cerca de 100 moradores da região participaram da Caravana, que é uma iniciativa do deputado estadual Erick Lessa. O diretor integrado do interior 1 da Polícia Civil de Pernambuco, Jean Rockfeller; o delegado Herbert Martins; e o tenente Ricardo Pereira, da Diretoria Integrada do Interior 1 da Polícia Militar, também estiveram presentes na atividade.

Durante a reunião, a população reivindicou mais segurança para a comunidade. Dezenas de populares tomaram a fala e relataram que os moradores vivem sob o manto do medo. Foram testemunhados inúmeros casos de assaltos e de tentativas de crimes. Segundo relatos, a situação fica mais crítica nos dias de feira, como domingo e segunda-feira. “Em cada curva da estrada, há um perigo. A gente não tem sossego”, relatou um dos moradores, o comerciante Jailson Rodrigues.

Na ocasião, o deputado Lessa solicitou a realização de operações policiais e de ativação de estruturas itinerantes das polícias civil e militar na localidade. Ele também alertou os presentes sobre a necessidade de informar às autoridades policiais acerca dos casos de criminalidade, tendo em vista que as diretrizes da área são baseadas nos dados registros. “Tenho certeza de que, com o empenho dos profissionais de segurança, respostas efetivas serão dadas à população”, afirmou.

Caravana
Na semana passada, a Caravana da Segurança foi realizada em Tacaimbó. A principal queixa da população durante a caravana foi o aumento do efetivo policial no município. Segundo os moradores, o número de policiais é o mesmo há aproximadamente 30 anos. Outras demandas apresentadas foram referentes a furtos, assaltos e aumento no tráfico de drogas.

Foto: Viliane Gomes.