Secretaria de Saúde-PE registra 1.451 novos casos de covid-19

Secretaria de Saúde-PE registra 1.451 novos casos de covid-19

6 de fevereiro de 2021 0 Por blogem

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, neste sábado (06/02), 1.451 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 51 (3,5%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.400 (96,5%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 269.937 casos confirmados da doença, sendo 31.372 graves e 238.565 leves, que estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Além disso, o boletim registra um total de 230.275 pacientes recuperados da doença. Destes, 19.233 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 211.042 eram casos leves.

Também foram confirmados laboratorialmente 29 novos óbitos (18 masculinos e 11 femininos), ocorridos entre os  dias 17/08/2020 e 04/02/2021. As novas mortes são de pessoas residentes dos municípios de Abreu e Lima (1), Arcoverde (1), Cabo de Santo Agostinho (1), Capoeiras (1), Carpina (1), Garanhuns (1), Gravatá (1), Jaboatão dos Guararapes (4), Nazaré da Mata (1), Paranatama (1), Petrolina (1), Recife (11), Santa Cruz do Capibaribe (1), Santa Terezinha (1), Serra Talhada (1) e Taquaritinga do Norte (1). Com isso, o Estado totaliza 10.481 mortes pela doença.

Os pacientes tinham idades entre 18 e 97 anos. As faixas etárias são: 10 a 19 (1), 20 a 29 (1), 40 a 49 (1), 50 a 59 (5), 60 a 69 (4), 70 a 79 (6) e 80 ou mais (11). Do total, 23 tinham doenças pré-existentes: doença cardiovascular (14), diabetes (13), hipertensão (6), câncer (2), imunossupressão (1), histórico de AVE (2), histórico de tabagismo (1), obesidade (1), doença respiratória (1), doença renal (1)  – um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Os demais casos seguem em investigação.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 25.726 casos foram confirmados e 45.460 descartados. As testagens entre os trabalhadores do setor abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Governo de Pernambuco foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar e afastar os profissionais da área da saúde com sintomas gripais.

MAIS VACINAS – Uma nova remessa de vacinas da Sinovac/Butantan, com 118.200 unidades do imunizante, tem previsão de chegada a Pernambuco na manhã deste domingo (07/02). As doses, destinadas para a primeira e segunda doses, partem de São Paulo com previsão de chegada às 11h20 no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre. A distribuição para todas as 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres), que repassam para as cidades sob sua jurisdição, começa na segunda-feira (07/02). O transporte das vacinas para as Geres será feito por meio terrestre e também aéreo. Ao todo serão envolvidos sete caminhões e duas aeronaves, em parceria com a companhia aérea Azul, para agilizar a entrega do imunizante em todo o Sertão do Estado. A previsão é que as vacinas estejam disponíveis para todos os municípios de Pernambuco até o meio dia da própria segunda-feira.

Como pactuado com os municípios na Comissão Intergestores Bipartite (CIB), além do aval do Comitê Técnico Estadual para acompanhamento da vacinação contra a Covid-19, as novas doses irão dar continuidade à imunização dos trabalhadores de saúde, chegando a 60% de todos os que compõem esse grupo

“Essas novas doses nos dará a possibilidade de continuarmos avançando na imunização dos trabalhadores de saúde. Continuamos reforçando a importância de se priorizar aqueles que estão na linha de frente da Covid-19, em áreas como UTI, enfermarias, emergência, mas sabemos que diversos municípios já conseguiram contemplar esse grupo e estão dando seguimento para os mais diversos tipos de trabalhadores, como de outras áreas hospitalares e atenção primária. Nossa meta é que 100% da força de trabalho da saúde seja vacinada e isso será feito assim que o Ministério da Saúde encaminhar as doses que faltam para finalizar essa população”, afirma o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Com esse envio, já são três remessas da Sinovac/Butantan enviadas a Pernambuco, sendo possível imunizar, em ambas as doses, em torno de 60% dos mais de 294 mil integrantes dessa categoria. “Estamos dialogando permanentemente com os municípios, pactuando o andamento da campanha, dando o  apoio técnico necessário para o sucesso das ações e reforçando a importância de otimizar e usar corretamente o imunizante, evitando perdas.  Este é o momento de mostrarmos a expertise e força dos Programas de Imunização com o objetivo de trazer proteção aos grupos prioritários contra a Covid-19 e ajudarmos nesse grande desafio de saúde pública”, frisou a superintendente de Imunizações da SES-PE, Ana Catarina de Melo.

Ao todo, Pernambuco já recebeu 427.560 unidades da vacina da Sinovac/Butantan, para ambas as doses, que, além dos trabalhadores de saúde, contemplam 100% dos idosos em instituições de longa permanência, pessoas com deficiência institucionalizadas e população indígena aldeada. Também já haviam chegado, anteriormente, 84 mil doses do imunizante da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz, destinadas a 100% dos idosos a partir dos 85 anos. O quantitativo da AstraZeneca é apenas para a primeira dose – o Ministério da Saúde informou que enviará posteriormente a segunda. Juntando ambos os fabricantes e a nova remessa deste domingo, Pernambuco irá totalizar mais de 511 mil unidades de vacinas contra a Covid-19 recebidas.

BALANÇO DA VACINAÇÃO – Pernambuco superou neste sábado (06/02) a marca de 190 mil doses das vacinas contra a Covid-19 aplicadas no público prioritário. Das 191.702 doses aplicadas, 2.527 são referentes à segunda dose do imunizante.

Das mais de 189 mil pessoas vacinadas com a primeira dose, 105.614 foram trabalhadores de saúde (desses 2.527 já tomaram a segunda dose). Com isso, 90% dos 117.638 trabalhadores contemplados com a vacina até este momento já tomaram a primeira dose do imunizante.

Também já estão imunizados, apenas com a primeira dose, 74,4%% dos 75.159 idosos com mais de 85 anos (55.948 doses aplicadas). Entre a população indígena aldeada, a vacinação alcançou, hoje, 22.350 dos 26.729 indígenas (83,6%). Já a entre os idosos em asilos (2.462 pessoas) e pessoas com deficiência institucionalizadas (130 pessoas), o número de doses aplicadas alcançou 190% (4.686) e 444% (577) do total, respectivamente.

AMAZONAS – Faleceu, na madrugada deste sábado (06/02), um dos pacientes transferidos do Amazonas para o Estado e que estava internado do Hospital de Referência à Covid-19 – unidade Boa Viagem (antigo Alfa). O homem tinha 49 anos e chegou ao serviço na madrugada da terça (26/01). Ele estava intubado, recebendo medicação e assistência da equipe multiprofissional da unidade.

Todos os procedimentos legais para liberação e transporte do corpo ao Estado de origem estão sendo providenciados pelo Governo do Amazonas em parceria com o Ministério da Saúde.  Este é o segundo óbito ocorrido na unidade hospitalar.

Nesta semana, outros cinco pacientes do Amazonas receberam alta médica da unidade, sendo três (2 homens e 1 mulher) na última segunda-feira (01/02); e dois na última quinta-feira (04/02) (sendo  2 homens). Seis pacientes (4 homens e 2 mulheres), com idades entre 37 e 55 anos, ainda permanecem internados na UTI do Hospital de Referência à Covid-19.

Todos continuam a receber o suporte da equipe multidisciplinar, com realização de avaliações contínuas que envolvem o monitoramento de qualquer alteração clínica ocasionada pelo vírus respiratório. A unidade recebeu um total de 13 pacientes do Amazonas.