Pernambuco registra 688 novos casos de covid-19 e 663 recuperados

Pernambuco registra 688 novos casos de covid-19 e 663 recuperados

20 de novembro de 2020 0 Por blogem
A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta sexta-feira (20/11), 688 novos casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 34 (5%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 654 (95%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 174.312 casos confirmados da doença, sendo 27.692 graves e 146.620 leves, que estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Além disso, o boletim registra um total de 154.975 pacientes recuperados da doença. Destes, 17.755 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 137.220 eram casos leves.

Também foram confirmados laboratorialmente nove novos óbitos (6 masculinos e 3 femininos), registrados entre os dias 26/08 e 18/11. As novas mortes são de pessoas residentes dos municípios de Custódia (1), Garanhuns (1), Limoeiro (1), Paulista (1), Recife (2), Santa Cruz do Capibaribe (1), São José do Egito (1) e Serrita (1). Com isso, o Estado totaliza 8.899 mortes pela doença.

Os pacientes tinham idades entre 59 e 90 anos. As faixas etárias são: 50 a 59 (1), 70 a 79 (6) e 80 ou mais (2). Do total, 7 apresentavam doenças pré-existentes: doença cardiovascular (4), diabetes (3), hipertensão (2), tabagismo/histórico de tabagismo (2), histórico de AVC (1), etilismo (1), doença respiratória (1) e câncer (1)- um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Dois estão em investigação.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 22.725 casos foram confirmados e 40.093 descartados. As testagens entre os trabalhadores do setor abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Governo de Pernambuco foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar e afastar os profissionais da área da saúde com sintomas gripais.

SELEÇÃO PARA O LACEN – Para reforçar as atividades do Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE), que vem recebendo investimentos do Governo de Pernambuco para continuar ampliando sua capacidade de análise dos exames da Covid-19, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) abre seleção pública simplificada com 23 vagas para técnicos de laboratório. Os profissionais irão atuar na sede do Lacen, no Recife, além dos laboratórios das Gerências Regionais de Saúde (Geres) de Caruaru (IV), Petrolina (VIII) e Serra Talhada (XI). As inscrições seguem até a próxima quinta-feira (26/11) pelo ead.saude.pe.gov.br. O edital foi publicado nesta sexta (20/11) no Diário Oficial do Estado e também está disponível no portal.saude.pe.gov.br.

As vagas no Recife são para os profissionais atuarem no regime de plantão, em turno único de 24 horas ou dois de 12 horas, cada. Já para os laboratórios das Geres, que fazem parte da rede descentralizada do Lacen, o trabalho será de diarista (4 horas diárias, totalizando 20 horas semanais). Os candidatos serão selecionados a partir de análise curricular, de caráter classificatório e eliminatório. O resultado preliminar será divulgado em 03/12 e os recursos serão recebidos até as 23h59 do dia 04/12. O resultado final sairá em 11/12.
Em decorrência da pandemia da Covid-19 em Pernambuco, não será permitida a participação na seleção pública de candidatos com mais de 60 anos, gestantes, puérperas ou que sejam de algum outro grupo de risco para o novo coronavírus, conforme descrito no edital.

É importante destacar que esta é a segunda seleção realizada especificamente para o Lacen-PE com o intuito de atender a necessidade temporária de excepcional interesse público relacionada à emergência em saúde pública decorrente do novo coronavírus. O chamamento dos profissionais será para o período de até 6 meses, podendo ser prorrogado por até 2 anos.

MELHORIAS – Para absorver a demanda de exames de RT-PCR, o Governo de Pernambuco investiu em melhorias na estrutura física do Lacen-PE e adquiriu novo maquinário, que possibilitou automatizar e chegar a quadruplicar a capacidade de processamento dos exames. Só nos novos equipamentos e aquisição de insumos para o aparato foram investidos R$ 6 milhões, por meio da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe). Além das seleções públicas para profissionais, ainda foram nomeados cerca de 50 aprovados em concurso público para o órgão.

BALANÇO – Desde o início da pandemia do novo coronavírus, o Lacen-PE já analisou mais de 188 mil amostras biológicas de pacientes suspeitos para o novo coronavírus. No local, são avaliados os exames de biologia molecular (RT-PCR), considerado padrão-ouro por ter maior sensibilidade para diagnosticar a doença na sua fase aguda, quando há risco de transmissão.

As amostras analisadas pelo Lacen-PE representam 55% do total de exames de RT-PCR já realizadas no Estado – mais de 344 mil. Quando somados os laboratórios parceiros da rede pública estadual, o percentual sobe para 77% (mais de 266 mil).
Foto: Carla Carniel/AP.