Corpo encontrado em Caruaru era de professora de Belo Jardim e suspeito é preso

Corpo encontrado em Caruaru era de professora de Belo Jardim e suspeito é preso

13 de outubro de 2019 1 Por blogem

Nesse sábado (12), foi encontrado um corpo de uma mulher em um terreno baldio, na avenida Gênova, no bairro Universitário, em Caruaru. Neste domingo (13), o corpo foi identificado através de exame no Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru, como sendo da professora Jodeilma Maria dos Santos, de 47 anos de idade. Ela era de Belo Jardim, e estava desaparecida desde a última sexta-feira (11).

Neste domingo (13), o suspeito Irandy Amaro de Lima, de 41 anos de idade, que vivia com a vítima há 13 anos, se apresentou na Delegacia de Belo Jardim, confessou o crime, e por isso não foi autuado em flagrante, mas foi expedido o mandato de prisão temporária e levado para a Penitenciária Juiz Plácido de Souza.

De acordo com a delegada Erica Feitosa, o suspeito relatou que a vítima teria recebido uma indenizačão de cerca de R$ 3 mil reais. O casal teria vindo a Caruaru, na última sexta-feira (11), para fazer compras, durante um jantar na avenida Portugal, no bairro Universitário, houve uma discussão, onde o suspeito teria matado a vítima por esganadura. A polícia não encontrou o dinheiro e trabalha com a hipótese de Homicídio Doloso Qualificado.

Com esta morte, sobe para 6 o número de pessoas assassinadas no mês de outubro em Caruaru e para 132 no ano.