Funcionário ‘fantasma’ e pagamento de horas extras da Destra investigados pelo MP

6 de dezembro de 2016 0 Por blogem
Foto; Divulgação/Assessoria da sede da Destra
O Ministério Público de Pernambuco instaurou um inquérito civil para investigar supostas irregularidades na Autarquia Municipal de Defesa Social, Trânsito e Transportes (Destra) em Caruaru, no Agreste. De acordo com a portaria, há um suposto funcionário “fantasma” na instituição e, ainda segundo o MPPE, há trabalhadores que recebem horas extras sem prestar serviço.
Em nota, a Destra informou que “até o prazo  estabelecido pelo Ministério Público, todos os questionamentos serão devidamente respondidos”.
O MPPE recebeu uma denúncia de que “os servidores da Autarquia […] estariam recebendo horas extras e gratificações sem prestar o devido serviço, além de trabalhar em escalas inferiores ao edital do concurso”. Sobre o suposto funcionário “fantasma”, o Ministério Público disse que ele “estaria recebendo remuneração sem exercer de fato suas funções”.
Para o MP, caso as denúncias sejam comprovadas, pode configurar “a prática de ato de improbidade administrativa”.
A Destra tem dez dias úteis para apresentar à promotoria a lista dos funcionários que receberam horas extras ou gratificações no ano de 2016 e as respectivas folhas de ponto, folhas de ponto do suposto funcionário “fantasma’, que – segundo o MPPE – é lotado na Guarda Municipal Comunitária.  Ele deve ir à promotoria para prestar esclarecimentos.
Informações do G1 Caruaru e Região