Caruaru tem alto índice de criminalidade e OAB trabalha para que Disque Denúncia continue

8 de julho de 2016 0
Reunião entre as Comissões de Direito Público, Segurança Pública e de Direito da Cidadania, foi realizada na tarde dessa quinta-feira (07.07),  com o objetivo é encontrar meios que possam reverter decisão que suspende os serviços prestados pelo Disque-Denúncia Agreste a partir desta sexta-feira (08).
Os membros das comissões entraram em contato com a Secretaria de Segurança Pública do Estado de Pernambuco para intermediar uma solução contra a paralisação das ações do órgão.
“Diante do alto índice de criminalidade na nossa região, a suspensão dos serviços do Disque Denúncia é uma perda irreparável para a sociedade. É um órgão muito importante que atua há doze anos com mais de cem mil informações. Portanto, é dever da OAB intervir nessa situação”, afirmou o presidente em exercício da OAB, Fernando Júnior, que vai se trabalhar com todo afinco com toda diretoria, para que o Disque Denúncia Agreste continue existindo e ajudando a polícia e consequentemente a população.